Inspeção de Pellets e Pó​

O controle de qualidade para pellets e pó é feito pela detecção de contaminações, coloração e deformidade. A OCS – Optical Control Systems desenvolve sistemas automáticos para inspecionar amostras de pellets e pó, que podem ser instalados tanto no laboratório, quanto no campo.

Analisador de Pellets, modelo PA66

PA66 é o analisador de pellets da OCS, composto por dois equipamentos: PS25C para inspeção de contaminação em pellets; e PSSD para distribuição de tamanho e forma dos pellets, respectivamente.

Permite a detecção de contaminações e impurezas em amostras de pellets opacos ou transparentes, utilizando tecnologia de inspeção com câmeras digitais CCD coloridas. Os pellets são transportados por um canal de inspeção com velocidade e iluminação controladas. As imagens coletadas pela câmera são enviadas e tratadas na unidade de processamento de dados, onde as contaminações são classificadas e exibidas para o usuário.
O analisador gera gráficos de distribuição do tamanho dos pellets, assim a planta pode avaliar o corte dos pellets e saber se possui uma distribuição uniforme no tamanho de seu produto final.
Adicionalmente, pode-se acoplar um espectrômetro online (CM2) ao PA66 para analisar a cor dos pellets à medida que eles passam pelo funil do analisador. O CM2 faz a leitura do índice de amarelecimento dos pellets e retorna os valores L, a, b para o controle de qualidade da produção. Com isso, um mesmo equipamento gera resultados de coloração dos pellets, contaminação e distribuição de tamanho e forma dos pellets.

PS400C – Contaminação em Pellets (Processo)

Para grandes sistemas, onde se deseja inspecionar e separar os defeitos da produção, a Maxus, em parceria com a OCS, oferece o PS400C. Este é um equipamento capaz de inspecionar até 800kg/h, detectando e separando as contaminações da produção. O PS400C utiliza uma esteira de alta velocidade para projetar os pellets em queda livre, quando são inspecionados por duas câmeras CCD de varredura de linha coloridas de alta resolução. Ao detectar alguma contaminação, o fluxo dos pellets é divertido para separar o produto defeituoso.

O PS400C pode analisar pellets opacos ou transparentes, sua tecnologia evita detecções de falsas contaminações por reflexos e sombras em partículas transparentes. Todos os dados são acessíveis através da interface homem-máquina, ou transmitidos via Ethernet ou protocolos de comunicação industrial para um sistema supervisório.
A alta capacidade do PS400C torna-o ideal para aplicações industriais como inspeção da produção, limpeza de silos contaminados, análise de lotes recebidos antes da transformação, análise de lotes com reclamação, etc.

PT2C – Contaminações em Pó

O PT2C é capaz de detectar contaminações e impurezas em amostras de pó. A amostra é analisada com uma câmera digital de alta resolução, capaz de identificar partículas externas, impurezas, contaminações coloridas diferentes do material da amostra, e separá-los em classes de tamanho e cor.

As contaminações detectadas são exibidas individualmente em um mosaico e classificadas em uma tabela com a contagem por classe de tamanho e cor. O PT2C é largamente utilizado para o controle da qualidade na indústria petroquímica, sempre que houver necessidade de inspeção de amostras do pó.